English Español

Eventos

 

CONFRATERNIZAÇÃO DO PROJETO MÃO NA MASSA

A confraternização de fim de ano do Projeto Mão na Massa aconteceu na segunda-feira (15) e reuniu as participantes da 11ª e 12ª edição. O evento começou por volta das 11 horas com uma apresentação da banda AMI e seguiu até às 15 horas. A despedida contou também com a participação da idealizadora do Projeto, Drª Deise Gravina, que no final esteve presente para conversar com as meninas. Após a apresentação da banda com os alunos do Projeto Brincando e Estudando, as meninas lancharam, conversaram e tiveram um momento de lazer. Logo depois, a responsável pelo Projeto, Jacqueline Cruz, fez a distribuição dos cartões de visita junto com o material de divulgação do curso e a declaração de conclusão para as participantes da 11ª edição. Ainda durante o evento, a professora Rejane Cesário, colocou uma música em homenagem as meninas (Mulher, Sexo Frágil de Erasmo Carlos) para fazê-las refletir sobre a mulher. As participantes do Projeto também receberam brindes (óculos escuros e camisetas), e puderam escolher o modelo e a cor. Jacqueline Cruz, contou que esse foi o término das duas etapas da 12ª turma e o fechamento das atividades do ano da parte de qualificação profissional. A responsável Jacqueline e instrutora Elizena Amaral, passaram algumas informações para as duas turmas. Para a 11ª a respeito da formatura, e para 12ª sobre como seria a próxima etapa do Projeto..


III Fórum de Diversidade Petrobrás

Quatro participantes da turma de pedreiras da 12ª edição do Projeto Mão na Massa, estiveram presentes no III Fórum de Diversidade Petrobrás que aconteceu na sexta-feira (12) das 9 às 15 horas na Universidade Petrobrás. Entre as participantes do Projeto, apenas quatro foram escolhidas para conhecer o fórum: Adriana Santos, Andréa Francisco, Eliane Ribeiro e Cristina Lima. No evento, as meninas convidaram os visitantes a conhecer o Projeto e explicaram qual a importância dele para a sociedade. A participante Andréa Francisco, disse que é importante estarem inclusas na sociedade. "Eu achei muito bom porque eu aprendi" disse Andréa que conta ter aprendido a assentar o piso e fazer rejunte de parede. Foram seis estandes durante o evento, entre elas, a do Projeto Mão na Massa onde as meninas ficaram acompanhadas por Jacqueline Cruz, responsável pelo Projeto. Durante o fórum, as participantes do Mão na Massa tiveram a oportunidade de conhecer o escritor Frei Betto, autor de mais de 60 livros editados no Brasil e no exterior.


Alunas da 12ª edição são entrevistadas na FAETEC

Durante a aula prática na FAETEC, na quarta-feira (10), as participantes da 12ª edição do Projeto foram entrevistadas e fotografadas pelo Portal do Governo do Estado. A aula prática foi ministrada pelos professores Mirinaldo Patrício (carpinteiras) e Davi (pedreiras), nesse dia, as participantes terminaram de fazer pilares e vigas enquanto as pedreiras trabalharam assentamento de tijolos e alinhamento. "Foi legal, foi bem bacana.", afirmou a carpinteira Cristiane Silva de Almeida que conta que não sentiu dificuldades em realizar seu trabalho e diz que além de entrevistar algumas alunas, a equipe entrevistou também o professor. A jornalista Isabel escreve matérias para o Governo do Estado, ela contou que soube do Projeto através da assessoria da FAETEC quando perguntou a eles se conheciam ou tinham cursos na área de construção civil.


JUNTAS SOMOS MELHORES

As participantes da 11ª edição do Projeto Mão na Massa concluíram o curso na sexta-feira, 31 de outubro. Nesse dia, aconteceu o encerramento da etapa prática, uma confraternização e a dinâmica de grupo Juntas somos melhores que foi ministrada pela psicóloga e pedagoga Jocenita Carvalho. As participantes prepararam seus currículos e aprenderam mais sobre como trabalhar em equipe. O objetivo da dinâmica era aprender a trabalhar em grupo e respeitar o espaço e limite de cada uma. A psicóloga pediu que em uma cartolina elas fizessem um desenho, cada uma desenhou uma parte dando continuidade ao desenho da outra. "Todas participaram e todas interagiram", disse Jocenita que atualmente trabalha com a 12ª edição do Projeto.


Entrega dos Kits de Elétrica

As participantes da 12ª edição do Projeto, receberam na última semana os kits de elétrica. Cada kit é composto por dez itens e além de ferramentas, as alunas receberam também seus Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

tr>

Aula prática no CVT Manguinhos

As alunas da 12ª edição do projeto colocaram a mão na massa na última quarta-feira (22), no Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Manguinhos. As aulas foram ministradas pelos professores Mirinaldo Patrício (turma de carpinteiras) e Davi (turma de pedreiras).


Etapa prática no Lar de Maria Dolores

As alunas da 11ª edição do Projeto Mão na Massa, realizaram a etapa prática no Lar de Maria Dolores localizado na Av. Mal. Rondon, 813, no Engenho Novo.


Dicas do Sebrae para uma carreira de sucesso

No dia 20 de outubro, as participantes do Projeto Mão na Massa assistiram a palestra sobre microempreendedor individual com o tema "Oficina Me Formalizei, E Agora?". Foi ministrada por Ernesto Portugal consultor do Sebrae. As participantes acompanharam a palestra com um manual sobre o tema e no final do evento ganharam um caderno do empreendedor profissional que contém dicas e agendas para facilitar a vida do profissional da área.


Aula inaugural no SENAI

As participantes da 12ª edição do Projeto Mão na Massa estiveram presentes na aula inaugural no SENAI que aconteceu no dia 30 de setembro. A aula aconteceu para a turma de eletricistas e foi ministrada pelo professor Elias Wanderley.


Palestra na UNISUAM de Bangu.

As participantes do projeto Mão na Massa, foram assistir a palestra com o tema "Formação Social e Cidadania: Uma Proposta de inclusão profissional", ministrada pela professora Waldirene Araújo e estudantes de graduação na UNISUAM – Bangu.


Material Escolar

As alunas do mão na massa estão prontas para estudar! Com o kit de material escolar composto de 9 itens as alunas estão com tudo para seus estudos, cálculos, projetos e etc...


Entrega de Equipamentos de proteção Individual - EPIs

No dia 6 de outubro as alunas do Projeto Mão na Massa receberam o Kit de Equipamentos para Proteção Individual – EPI's. Os EPI's são compostos por 5 itens indispensáveis na hora de pôr a mão na massa.


Entrega de Kits de ferramentas.

No dia 13 de outubro as participantes da 12ª Edição do Projeto Mão na Massa receberam Kits de material profissional.


EXPOSIÇÃO NO CVT DE MANGUINHOS

O Projeto Mão na Massa esteve presente na exposição do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Manguinhos. A feira oferecia palestras e oportunidades de emprego e estágio na área de construção civil, informática e moda. O evento aconteceu na tarde de quarta-feira, 17 de setembro. Com vários estandes, o evento foi uma oportunidade para as alunas conhecerem mais sobre a construção civil e mostrarem ao público seus trabalhos desenvolvidos. Durante a feira, duas maquetes se destacavam, as duas feitas pelas alunas do Mão na Massa: Uma de madeira e outra de tijolos. O professor de construção civil, Antônio Alves da Silva, contou que hoje, a área construção civil abre portas e interessa mais as pessoas. "Antigamente quase ninguém gostava de construção civil. Mas agora, a construção civil mudou, dando oportunidades melhores". A aluna Rosângela Oliveira, 20 anos, faz parte da 12ª edição do Projeto Mão na Massa, ela diz ter encontrado muitas oportunidades de emprego, do SEBRAE e de Jovem Aprendiz, por exemplo. Rosângela conta que é importante essa oportunidade que estão recebendo do projeto. "Tô achando muito interessante, tem muitas coisas que vamos aprender lá na frente. (...) estamos aprendendo e agregando o nosso conhecimento.", comentou a aluna referindo-se a exposição. Entre as empresas presentes, uma delas era a Lorenzetti que está há 91 anos no mercado e começou na segmentação de produtos elétricos. A empresa trabalha com duchas, chuveiros elétricos e aquecedores de gás e água. O instrutor técnico de marketing, Alessandro Silva Araújo, conta a importância de empresas como a Lorenzetti estarem presentes na feira: "A gente traz uma proximidade com o nosso público alvo, com os novos profissionais que estão entrando no mercado para estar mostrando a eles os nossos lançamentos, nossos produtos, técnicas de instalação, benefícios e características", afirmou o instrutor.

 


PROJETO MÃO NA MASSA CONHECE A COFIX

As 28 alunas da turma de carpinteiras da 11ª edição do projeto, visitaram a empreiteira de forma COFIX. A visita aconteceu na segunda-feira, 8 de setembro às 8 h. As alunas foram recebidas com um café da manhã, seguido por uma palestra e um tour pela fábrica. Após o café, a responsável pelo departamento pessoal, Simone Guedes, contou a história da COFIX. A aluna Chirlen Lorena, conta que não conhecia a fábrica "Eu não conhecia nada da construção civil", afirmou Chirlen que disse ter gostado da visita, e explicado que sua visão em relação a carpintaria era voltada para construção de escadas e pilares. O técnico de edificações, Victor Lima, deu uma aula sobre leitura e projetos de estrutura, ele falou da importância da leitura do projeto, mostrou slides, contou sua história e incentivou as estudantes na leitura de plantas. "Eu gostei, ele abriu bastante a nossa mente.", disse a estudante. O diretor da COFIX, João Fernandes, fez perguntas e conversou com as meninas, ele também expôs a importância da leitura de um projeto. Depois, assim que terminou a palestra, o grupo fez uma visita à fábrica. "Eu achei o máximo, gostei muito." disse a aluna Juliana Moreira, que falou que é importante uma carpinteira saber ler uma planta. "Não é só usar martelo e prego para poder dizer que é carpinteira, a gente tem que aprender além do que só prego e martelo." A responsável técnica pelo projeto, Elizena Amaral, contou que as dicas dadas na aula de Victor Lima foram úteis "Foi ótimo, até eu conversei com o Victor falando o quanto ele me ajudou com essas dicas que ele estava dando sobre o projeto.", ela disse também que as alunas pediram por mais projetos e ficaram animadas com a visita.


Palestra com a representante da AMANCO

As participantes da 12ª edição do Projeto Mão na Massa assistiram à palestra sobre a empresa mexicana AMANCO que é fabricante de tubos e conexões. A palestra aconteceu na sexta-feira, 3 de setembro. A palestrante, Isabelle de Souza Silva, contou e ensinou mais sobre hidráulica para as alunas. O debate aconteceu das 13 às 15 h na sede do projeto, onde as participantes receberam as camisas do Mão na Massa e, após o término da palestra, foi feito um sorteio de brindes: chaveiros e mouse pads da empresa. A AMANCO é uma marca que pertence ao grupo Mexichem, o maior produtor de resinas de PVC na América Latina. Isabelle Silva é assistente técnica e trabalha há quatro anos na companhia. Ela começou contando um pouco sobre a história e o crescimento da empresa. A AMANCO é uma fusão de outras duas marcas: Akros e Fortilit. Hoje a firma já possui mais de três mil colaboradores e nove fábricas enquanto no começo só existiam quatro. A assistente técnica explicou que é importante as alunas conhecerem um pouco de hidráulica. "(...) É um conhecimento que elas vão levar até o canteiro de obra e não vão ficar tão perdidas assim quando falar em parte hidráulica dos nossos materiais". A aluna Cristiane Vieira, 24 anos, participou do evento e ficou sabendo do Mão na Massa pelo jornal Meia Hora. "A palestra foi muito interessante", diz Cristiane. "Ela soube explicar direitinho tudo sobre as encanações." Nadijara da Silva, 34 anos, quer se especializar em elétrica e diz que achou a palestra importante pois tem interesse nessa área. Nadijara contou como foi a interação do grupo. "Todas as palestras que temos, todos interagem e perguntam por que a dúvida de um, às vezes é a dúvida de todos."


Hoje é dia de... obra. Conheça a ciência que há por trás do tema (30/08/2014 07h54)

Em uma área dominada pelos homens, as mulheres também desempenham um papel de destaque. É o que Alexandre Henderson mostra no terceiro bloco do Hoje é dia de... obra. Cada vez mais mulheres pegam pesado e dividem o trabalho com os homens de igual para igual. A engenheira civil Denise Gravina idealizou, em 2007, o projeto Mão na Massa. Desde então, a iniciativa capacita mulheres do Rio de Janeiro a trabalharem na construção civil

Clique e assista o video na íntegra: Clique Aqui


AULA PRÁTICA NA FAETEC - PEDREIRAS - 29/07 a 01/08/14

Assentar tijolos de forma correta e com as ferramentas certas foi a lição passada pelos professores Sergio e Mirinaldo


AULA PRÁTICA NA FAETEC - CARPINTEIRAS - 09/07 a 01/08/14

As masseiras estão sendo utilizadas nas aulas práticas do curso de pedreiro, ministrado pelos professores Antônio e Mirinaldo, onde as alunas confeccionaram forma de pilar e "masseira".


"MULHER EMPREENDEDORA" - 3º ENCONTRO COM PARCERIA DO SEBRAE - 25-07-2014

Com o objetivo de formar empreendedoras na área de construção civil, o projeto Mão na Massa ofereceu um curso sobre empreendedorismo com a parceria do SEBRAE. O encontro aconteceu ontem com a psicóloga Marlize Porto. Esse novo curso de capacitação também será oferecido para a próxima nova turma do projeto Mão na Massa (a 12ª edição do projeto). Marlize Porto trabalhou a questão do comportamento empreendedor com as alunas, a psicóloga disse que o curso foi voltado para a identidade feminina e os valores femininos e masculinos. "O importante é que haja uma integração desses valores. Todos nós temos ambos dentro de nós", afirma a especialista. A psicóloga disse que primeiro o curso introduz o comportamento e características do empreendedor. Então, para finalizar, é montado um plano de ação. Assim, elas se tornam capazes de empreender nas atividades que escolheram. Ela contou que o grupo estava interessado em aprender e desenvolver. "Eu estou literalmente apaixonada por este grupo. O grupo responde muito bem." A aluna Tereza Leandro, de 42 anos, participa há quatro meses do Mão na Massa e conta que conheceu o projeto através do jornal Estágios e Empregos. Ela diz que já trabalhou muito e teve várias metas mas não alcançou nenhuma, agora ela quer ser empreendedora. "É o sonho da minha vida ser construtora civil. Eu acho que mulher tem toda a capacidade.", Tereza afirma que ser pedreira não é apenas ter força física "Eu acho que a mulher tem todo o direito de brilhar, ela só precisa encontrar alguém que dê essa oportunidade. Nós encontramos no projeto Mão na Massa." Renata Moraes trabalha em uma parceria com Rotary, na Coordenação de Desenvolvimento do Empreendedorismo em Comunidades Pacificadas (CCP), ela contou os benefícios da formalização do empreendedor: "É importante porque o empreendedor passa a ter direitos que antes não tinha, passa contribuir para a sua aposentadoria, a ter auxílio doença, auxílio maternidade e a poder emitir nota fiscal." Para as mulheres do Mão na Massa, Renata diz o quanto é importante ter o CNPJ "Com isso elas podem pegar diferentes obras, obras maiores. Por isso que a gente acredita que ter um CNPJ para elas é importante.", Renata ainda esclarece que a formalização abre portas e os custos são menores. Fabiana Ramos trabalha no SEBRAE, no CCP em parceria com Renata Moraes do Rotary. Fabiana conta que vai dar continuidade ao projeto, que após a formalização, será oferecido o curso Me Formalizei e agora? que terá como objetivo ensinar os direitos e obrigações do microempreendedor individual. "Foi super interessante conhecer esse grupo, a ideia de conseguir manter a parceria nas novas turmas que forem chegando por que é o público que o nosso projeto já precisa atender mesmo.", conta Fabiana. O SEBRAE trabalha em parceria com o Rotary desde 2012, onde atua com mulheres empreendedoras em comunidades pacificadas financiando esses projetos.


AULA INAUGURAL: 12ª EDIÇÃO DO MÃO NA MASSA

O Projeto Mão na Massa – Mulheres na construção civil começou a sua 12ª edição com um total de 70 alunas matriculadas. A aula inaugural começou ontem, 25 de agosto, às 15 h. A coordenadora do projeto, Jacqueline Cruz explicou sobre como funciona o Mão na Massa e contou a história do projeto. Também foi feita uma dinâmica em grupo para que cada uma delas pudessem se apresentar e conhecer melhor. Jacqueline Cruz é psicóloga e trabalhou em cinco edições do Mão na Massa. Ela explicou que seriam formadas duas turmas e que as alunas iriam ter aulas de português, matemática, segurança do trabalho e cidadania. A cabeleireira Mônica Conceição da Silva, de 41 anos, conheceu o projeto através do jornal Meia Hora. Ela disse que pretende mudar de ramo e ser pedreira, mais tarde ela pretende ingressar em uma faculdade de engenharia. "A curiosidade está em tudo, pois desde o momento em que você entra nessa área você tem que dar continuidade ao trabalho", diz Mônica. A aula seguiu com a dinâmica Quebra-gelo feita pela professora Rejane Cesario da Silva (graduada em história). Na dinâmica, as alunas tinham que fazer uma troca de crachás para interagir entre si. A professora disse que se surpreendeu com a turma: "A interação das alunas do Mão na Massa foi surpreendente. Foi além do que eu esperava (...)", ainda surpresa ela comentou que houve cumplicidade entre elas "(...) elas estavam bem sintonizadas. Eu percebi um feedback, uma troca entre elas." No final, Rejane colocou a música Maria, Maria de Milton Nascimento para homenageá-las e finalizar a atividade.


FEIRÃO DA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO CIVIL - 26/07/14

A Participação do Mão na Massa no evento que aconteceu de 8 às 16 horas com a presença de Elizena Assunção, Danielle Gondariz, Aline Brandão e Adriana Pedro e as alunas Bianca Rocha, Bianca Ferreira, Daniela Costa, Darlene Santos, Débora Braz, Michele Avelino e Juralice Borges. Dentre tantas atrativos, houve a demonstração de como assentar e rejuntar revestimento e ainda foram feitas 78 pré-inscrições para a próxima turma e monitoramento de aproximadamente 18 ex-alunas, que aproveitaram para fazer cadastro nas empresas presentes. Também recebemos currículos de interessados em fazer parte da equipe do Projeto.


DIA A DIA – AULAS

Entrega do kit de ferramentas de acordo com a carreira escolhida, nesta edição de pedreiro e carpinteiro de formas. As ferramentas serão utilizadas no canteiro escola e na execução das obras.

 


FBB – FEDERAÇÃO DE BANDEIRANTES E ESCOTEIROS DO BRASIL 21.07.2014

Palestra sobre DST/Aids administrada por Cazu Barroz, iniciou as atividades com "O Jogo de Dominó", que tem como objetivo avaliar o nível de conhecimento acerca dos meios de transmissão do vírus da Aids. Prevenção, transmissão, tratamento, exames diagnósticos, preconceito foram temas abordados durante a atividade. Ao final foram sorteados alguns exemplares do livro autobiográfico do palestrante e distribuídas camisinhas femininas e masculinas.

 


ENTREGA DO KIT DE FERRAMENTAS 21.07.2014

Entrega do kit de ferramentas de acordo com a carreira escolhida, nesta edição de pedreiro e carpinteiro de formas. As ferramentas serão utilizadas no canteiro escola e na execução das obras.

 


 

FAETEC 15.07.14

Aula inaugural no canteiro escola, CVT/Correios/FAETEC, as participantes foram recebidas pela Sra. Clara Xavier, que apresentou a instituição, os técnicos, instrutores dos cursos e regimento interno. Demais dias – atividades com os instrutores da CVT-Correios na sala de aula e no canteiro, iniciando as aulas práticas.

 


 

SEBRAE/RJ 10.07.14

O passo a passo para a abertura de um micro negócio individual foi o tema principal da palestra sobre "Micro Empreendedor Individual" ministrada pelo consultor Ernesto Portugal com a participação de Suzana Mattos e Fabiana Xavier da Coordenação do Projeto de Desenvolvimento do Empreendedorismo do SEBRAE/RJ.

 


 

QUINTA DA BOAVISTA 07.04.14

A psicóloga Jocenita Cendon ministrou na Quinta da Boa Vista atividades que fazem parte do Módulo de Cidadania, envolvendo dinâmicas reflexivas e atividades de recreação. As dinâmicas ao som de músicas instrumentais tinham como como objetivo incentivar as participantes a desenvolver a autoestima e a procura da realização de seus sonhos, ainda que as condições externas sejam desfavoráveis.

 


 

UNISUAM – Unidade Bangu 03.07.14

Ética, Cidadania e Empregabilidade com Olhar Empreendedor e Postura Profissional foram pontos abordados na palestra com o tema "Formação Social e Cidadania: Uma Proposta de inclusão profissional", ministrada pela professora Waldirene Araújo e estudantes da graduação na UNISUAM – Unidade Bangu .

 


 

MUSEU DE ARTE DO RIO E MC DONALD 26.06.14

Divididas em 4 grupos e acompanhadas por monitores nossas alunas participaram da visita panorâmica "Conheça o MAR", que aborda a arquitetura dos prédios que compõem o Museu de Arte do Rio e a região em que se situa. Também fizeram parte desta atividade os filmes "Do Valongo à Favela", "Tatu: Futebol, Adversidade e Cultura da Caatinga", "Josephine Baker e Le Corbisier no Rio" e "Eu Como Você". A atividade foi concluída com lanche no McDonald da Praça Máua. .

 


 

SECONCI 16.06.14

Visando a garantia da qualidade de vida das participantes enquanto trabalhadoras da construção civil, o projeto Mão na Massa promoveu em junho o Treinamento de Segurança e Saúde do Trabalho, esclarecendo a importância da prevenção, tanto de acidentes quanto de doenças decorrentes das práticas de sua profissão.

 


TEATRO OI CASA GRANDE 05.06.14

"Se eu fosse você – O Musical" foi a atividade cultural do mês de junho. A seção aconteceu no Teatro Oi Casa Grande no Leblon e foi marcada pelo entusiasmo das participantes do Projeto.

 


 

Mulheres em Construção

Diálogo proposto pelo Seconci e CBIC teve como tema estratégias para entrada e permanência das mulheres no setor. Norma Sá, do projeto Mão na Massa participou como debatedora, no dia 03 de Dezembro, com a presença da técnica de Edificações Elizena Assunção e as ex alunas do projeto: Michele e Nazaré.

 


 

Bill Clinton é apresentado ao Projeto Mão Massa

Bill Clinton, ex presidente dos Estados Unidos, recebeu a publicação comemorativa do Projeto Mão na Massa, no encontro - "Girls & Women Pre Meeting Strategy and Networking Session", do dia 08 de Dezembro, no Copacabana Palace, promovido pela Clinton Global Initiative. A organização reúne líderes globais para criar e implementar soluções inovadoras para os desafios mais urgentes do mundo.

 


 

Nos dias 5,6,7 e 8 de Novembro o projeto foi um dos expositores na Expo Socioambiental organizada pela Petrobras, no Centro de Convenções Sul América Seguros, no centro do Rio de Janeiro.

O objetivo da Petrobras era apresentar o novo programa de Responsabilidade Social da empresa e os recursos que estarão disponíveis para os próximos anos. A estatal investirá R$ 1,5 bilhão entre 2014 e 2018 em projetos sociais e ambientais. A empresa patrocina mais de 500 projetos, executados por organizações não governamentais, e o Projeto Mão na Massa estava entre os 50 que participaram da exposição, apresentando as boas práticas.


 

Rosane Aguiar, Gerente de Investimentos Sociais da Petrobras e equipe no stand do projeto, durante a Expo Socioambiental da Petrobras.

 

 


 

Publicação Comemorativa 10 Edições do P.Mão Massa
Convidados e mulheres formadas pelo projeto confraternizam com a Engenheira Deise Gravina por este momento vitorioso - 10 Edições - 620 participantes.

 


 

Tarde de Autógrafos da publicação do Projeto Mão na Massa
Histórias das participantes fazem parte da publicação comemorativa de 10 Edições do projeto e elas fizeram a festa para autografar a revista. Jane, Andrea, Danielle, Leci, Marli, Marlene, Renata, Ana Carla, Dirce e Denize.

 


 

Acompanhe o empenho das alunas na Etapa Prática!

 


 

As participantes da 10ª Edição do Projeto Mão na Massa concluíram as obras de melhoria na Casa de Leylá.

 


Visita canteiro de obras

Visitamos um dos canteiros de obras da Cofix, onde homens e mulheres trabalham sem parar na construção de mais um empreendimento imobiliário. A Cofix, desde 2008, emprega as carpinteiras formadas pelo projeto e elogia o desempenho das operárias.

 


10ª Edição aulas na Faetec

As participantes da 10ª Edição em aulas no canteiro escola do CVT Correios/Faetec, são as futuras pedreiras e carpinteiras de formas.

 


Mão na Massa em Evento da Petrobras

A Engenheira Civil Deise Gravina, participantes e instrutoras do P. Mão na Massa estiveram presentes no encontro da Petrobras para o Resultado da Seleção Pública de Projetos, dia 17/4/13.

 


 

Visita Fábrica Quartzolit

Consolidando mais uma parceria, o Projeto Mão na Massa levou as pedreiras da 9ª Edição a fábrica da Quartzolit. Uma grande oportunidade para aprenderem novas técnicas, conhecerem materiais inovadores e de alta qualidade.

 


 

Visita Fábrica Nena Tintas/Kolimar

Turma de pintoras da 9ª Edição do Projeto Mão na Massa fazem visita a Fábrica da Nena Tintas/Kolimar e conhecem de perto o processo de produção e embalagem.

 


 

Encontro Nacional: Mulher, Ciência e Tecnologia

Motivo de orgulho nosso encontro com a Engenheira Graça Foster, Presidente da Petrobras, aqui registrado em foto da Agência Petrobras de Notícias. As participantes do Projeto Mão na Massa estavam presentes no Encontro Nacional: Mulher, Ciência e Tecnologia, promovido pela Petrobras e pelo Serviço Geológico do Brasil, no dia 29/novembro, no Rio de Janeiro.

 

 


 

Formatura da 8ª Edição - 29 de Setembro de 2012

Sábado, em comemoração realizada no Lar Maria Dolores, no Rocha, o projeto entregou os certificados para as mulheres qualificadas na 8ª Edição. São mais pedreiras e carpinteiras de forma que chegam ao mercado certificadas e aptas a trabalharem em canteiros de obras.

A qualificação profissional foi de Março a Agosto, com todo o serviço oferecido gratuitamente, com cobertura das despesas para o transporte e também uma bolsa auxílio por três meses. As participantes, além das aulas e do diploma, receberam equipamento de proteção individual e um kit de ferramentas para iniciar serviços e gerar renda após a qualificação.

 


 

Formatura da 7ª Edição

Sábado, dia 21/7, a formatura de mais 60 operárias da Construção Civil, levou as formandas, familiares e equipe até a sede do projeto, para mais uma cerimônia de formatura. Desta vez Pedreiras, Eletricistas e Carpinteiras de Fôrma orgulhosas, levaram o certificado para casa. Com a conclusão destas turmas o Projeto Mão na Massa soma 430 mulheres qualificadas. A maior parte delas conquista um emprego na construção civil, logo nos primeiros meses após a formatura.


 

Projeto Mão na Massa na RIO + 20

Técnicas da equipe do projeto participaram de oficinas e painéis com tema do "Empreendedorismo Social”, no Forte Copacabana.

E dia 18/6 as alunas estiveram na Cúpula dos Povos, no Aterro do Flamengo, quando ouviram o teólogo, filósofo e escritor Leonardo Boff e suas considerações a “Carta da Terra”.

No decorrer do dia as alunas assistiram debates, participaram de atividades autogestionadas; acompanharam a manifestação dos índios e na tenda da Caixa Econômica Federal pedalaram muito para gerar energia.


 

Palestra sobre a “Valorização e Inserção da Mulher na Construção Civil”– 28.03.2012

O Projeto Mão na Massa junto com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio de Janeiro (Sinduscon-Rio) e Serviço Social da Indústria da Construção Civil (Seconci-Rio) promoveram no dia 28 de março, uma palestra sobre a “Valorização e Inserção da Mulher na Construção Civil”.


Ao final da palestra houve a cerimônia de formatura de pedreiras e carpinteiras de fôrma da 6ª edição do projeto. Durante a qualificação as alunas tiveram treinamento sobre segurança do trabalho, aulas de português, matemática, aprenderam a ler plantas e, juntas, debateram temas relacionados ao empreendedorismo, cidadania e protagonismo feminino.


A qualificação profissional foi em parceria com a Fundação de Apoio à Escola Técnica do Rio de Janeiro (Faetec), que certificou as participantes. O Projeto Mão na Massa tem como eixos estruturantes a emancipação econômica feminina; benefício para a comunidade; incentivo à participação, e geração de renda.

 

 


 

5ª Edição: Formatura do Projeto Mão na Massa – 26.02.2011

Mais 100 mulheres foram qualificadas pelo Projeto Mão na Massa e estão aptas para trabalhar na construção civil. Desse total, 50 são pedreiras, 25 eletricistas e 25 carpinteiras de fôrma. Patrocinado pela Petrobras, Eletrobras e  Fundação Interamericana (IAF), o Mão na Massa aposta na transformação e no empoderamento de mulheres.


Essa 5ª edição do projeto, concluída em Fevereiro, solidificou um caminho para mulheres antes sem perspectiva: 30% delas estão empregadas em obras das construtoras Odebrecht, Dominus, CHL, SIG Engenharia e Bey Arquitetura e Projetos.


Várias alunas já fazem processo seletivo para outras empresas. Antes da formação, elas realizavam pequenos serviços e não tinham renda fixa. A maior parte já tinha feito obras para benefício próprio e faltava qualificação técnica para que conseguissem um emprego formal.

 

 


 

Em Fevereiro de 2011 participação no 11º Fórum Social Mundial, na África

 

 

Deise Gravina e Norma Sá representam o Projeto Mão na Massa no Fórum Social Mundial (FSM), em Dakar, na África.

O FSM é um espaço de intercâmbios e proposta de alternativa para os que trabalham por um mundo melhor e que afirmam que “um outro mundo é possível”. Deise Gravina e Norma Sá, a convite da Petrobras, estiveram no Senegal, na África, para apresentar o projeto no Fórum Social Mundial, no estande da Casa Brasil.

Clique e assista ao video sobre o Fórum postado no site Carta Maior.

 


 

Em Janeiro de 2011 Gravação com Equipe da CNN Espanhola

 
Matéria foi gravada no canteiro de obras e veiculada no Programa "Noti Mujer" para os Estados Unidos e Países da América Latina, em Janeiro de 2011.

 


 

Em Dezembro de 2010 Gravação para o Fantástico

 
Renata Ceribelli, repórter da Rede Globo, esteve no canteiro escola para acompanhar um dia de aula das participantes do Projeto Mão na Massa e gravou matéria para o " Fantástico", contando a trajetória da pedreira Dilma.

 


 

 

4ª Edição: Formatura  Turma do Projeto Mão na Massa – 07.05.2010

 

O Projeto Mão na Massa, de qualificação de mão de obra feminina para a construção civil, formou mais turmas no dia 07 de maio, em evento no auditório da Firjan, no Centro do Rio de Janeiro. Das 60 alunas, 20 pedreiras já estão trabalhando para o Consórcio Rio Melhor, formado pelas empresas responsáveis pelas obras do PAC no C. do Alemão.


O paraninfo foi o vice-governador, Luiz Fernando Pezão, que em sua fala ressaltou o grande desafio de capacitar mulheres para preencher as vagas ociosas na indústria da construção civil.


"Esse é um projeto excepcional, que dá respeito e qualificação profissional a essas mulheres. Algumas aqui já estão trabalhando nos apartamentos na subida do Morro do Adeus, no Complexo do Alemão, que entregaremos a 32 famílias ainda este mês".


A cerimônia contou com a presença marcante da atriz e cantora Zezé Motta, empresários do setor da construção civil, alunas e familiares. Deise Gravina, engenheira civil, idealizadora do projeto, abriu o evento com um discurso impregnado pela emoção de ver seu sonho de formar operárias, realizado.


O vice-presidente do Centro Industrial do Rio de Janeiro (CIRJ) e presidente do Sinduscon Rio, Roberto Kauffmann, disse que é motivo de satisfação para a área de Construção Civil ter mulheres trabalhando. "Estamos no caminho certo e temos muito interesse que cada vez mais as mulheres entrem para trabalhar nas obras".


Ele afirmou que os investimentos no Estado do Rio de Janeiro trazem boas perspectivas para a indústria da construção civil, ampliando os horizontes dos profissionais ligados ao setor.


A coordenadora do trabalho social do Consórcio Rio Melhor, executor do PAC Alemão, Junia Lyrio, foi outra que elogiou o trabalho das mulheres. O Diretor de Relações Institucionais do SECONCI e Diretor-executivo do SINDUSCON-RIO, Antonio Carlos Mendes Gomes afirmou que os investimentos no Estado do RJ irão trazer mais oportunidades para as novas profissionais da construção civil.


João Fernandes, Presidente da Cofix, empresário do setor e o primeiro a empregar carpinteiras de fôrma do Projeto Mão na Massa, elogiou o trabalho feito pelas mulheres no canteiro de obras, ressaltando que elas levam para as obras a experiência e eficácia da economia doméstica.


Estiveram presentes Sergio Poubel, da Secretaria Estadual de Obras RJ; Alexandre Bastos, diretor da Nena Tintas e representantes da Eletrobras e Petrobras. A Rio TV, da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro, registrou em vídeo a formatura para um documentário sobre o projeto.

>

 


 

3ª Edição: Formatura Turma – 11 de Fevereiro de 2009

Em 11 de Fevereiro de 2009 o Projeto Mão na Massa entregou para o mercado da Construção Civil mais operárias, uma mão de obra qualificada e preciosa neste momento do "apagão" dos profissionais do setor.
A formatura aconteceu no Auditório do SENAI/FIRJAN, na Mariz e Barros, na Tijuca e a emoção tomou conta das alunas, autoridades presentes e de familiares. O Governo do Estado RJ foi representado por Sergio Poubel, Chefe de Gabinete do Vice-governador; a ELETROBRAS por Alexandre Benjamin, Janete Ferreira Lima e fotógrafo Jorge Coelho; a PETROBRAS por Marcos Firmino, Técnico da Gerência de Responsabilidade Social; o SECONCI por Debora Morado; a OCB/SESCOOP por Inês Oliveira e Luiz Roberto Silva e o COEP por Fernanda Villa.

As participantes desta 3ª edição do projeto foram qualificada pelo SENAI e realizaram obras na Creche Lar Irmão Francisco, em Manguinhos, na organização não governamental Grupo Luz do Sol, em Vila Isabel, e na Cruzada Paulo de Tarso, em Brás de Pina.

 

 

 

OBRAS DO PAC - 07 de março de 2008

    As alunas acompanharam a abertura das obras do PAC, em Manguinhos, no Rio de Janeiro, e o discurso das autoridades.
  O Presidente Luiz Inácio LULA da Silva se dirigiu às alunas presentes: "Quando eu vejo mulheres com roupa de trabalho, que já fizeram curso por conta das obras do PAC, essas mulheres serão muito mais respeitadas pelos seus próprios companheiros porque irão levar para casa uma parte daquilo que vai alimentar os seus filhos, dinheiro ganho às custas do suor e do sangue dessas pessoas, é isso que nós queremos" disse o Presidente.
No final o Presidente foi presenteado com a camisa do Projeto Mão na Massa e a exibiu para todos.

 


 

Gravação para RJTV – 17.04. 2010

O renomado jornalista Edney Silvestre apresenta o Projeto Mão na Massa para a Coluna "Bate Papo" do RJTV, da Rede Globo. A coluna é conhecida pelo trabalho de divulgação de iniciativas sociais que favoreçam a população carioca e de fato fazem a diferença para a sociedade. Norma Sá, psicóloga, especialista em Responsabilidade Social e Gestão de Projetos, concedeu a entrevista e revelou a transformação na vida das mulheres que passaram pelo projeto, do qual é coordenadora. A gravação ocorreu no Centro Cultural dos Correios e a entrevista foi ao ar no sábado,  17 de abril de 2010.

                


Visita de Monitoramento no PAC Complexo do Alemão Março 2010

Acompanhar as participantes já empregadas faz parte da proposta do projeto, é o momento em que a equipe de coordenação pode observar a integração da mulheres no canteiro de obras, conversar com serventes, encarregados, mestres, engenheiros e outros chefes diretos.

As coordenadoras Norma Sá e Jacqueline Cruz visitaram a construção de unidades habitacionais no Morro do Deus, obra do Consórcio Rio Melhor, responsável pelas obras do PAC C. Alemão, em companhia da jornalista e assessora de imprensas, Lise Morosini.

 


Visita da ELETROBRAS ao Canteiro Escola – 03.02.2010

Na posição de gestora do projeto junto a Eletrobras, Janete Ferreira Lima, acompanhada do fotógrafo Jorge Coelho, acompanhou um dia de atividades das participantes do Projeto Mão na Massa. Pela manhã esteve com as carpinteiras, nas aulas do SENAI, da Unidade de Vicente de Carvalho e à tarde no canteiro escola do PAC C.Alemão, onde as alunas do curso de pedreiro concluíam o revestimento de paredes.

           


Parte 1

Parte 2


 

Mais de 500 visitantes na tenda do Projeto Mão na Massa, na Ação Global, promovida pela Rede Globo e SESI.

 

Deise Gravina e Janete F. Lima.

Deise Gravina, engenheira civil, idealizadora do projeto, com Astral, coordenador da Ação Global e Laura e Jacqueline, membros da Equipe do
Mão na Massa.

A Secretária de Estado, Srª Benedita da Silva, visita a tenda do projeto.

 
Projeto Mão na Massa recebeu mais de 500 visitantes, que assistiram vídeos com mulheres trabalhando em obras e participaram dos debates com a equipe do projeto.

 Mais de 200 mulheres se cadastraram para participaram da próxima turma.


As candidatas preenchem a ficha de inscrição.
Clique e assista a matéria exibida no Bom Dia Rio da Tv Globo
 

2ª Edição: Formatura – 1º de Setembro de 2008

No dia 1º de setembro de 2008, no mesmo momento em que as formandas da segunda edição recebiam o canudo entregue por representantes de todos os parceiros, outras 60 mulheres, selecionadas para formar a terceira edição, davam o pontapé na qualificação que mudará o rumo de suas vidas.
Coube à Ministra Nilcéa Freire, da Secretaria Especial de Políticas para Mulheres (SPM) fazer a palestra. Como madrinha dessa turma, a ministra valorizou o esforço das alunas e falou do pioneirismo da ação e de que naquele momento se escrevia uma nova história no rol das profissões das mulheres brasileiras.
O evento foi realizado no auditório do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (CEDIM), na zona central do Rio de Janeiro e contou com a Secretária Estadual de Assistência Social, Benedita da Silva.
Mesmo antes dessa formatura 15% delas já estão empregadas e 10% realizam serviços autônomos. São pedreiras, pintoras e carpinteiras de fôrma que se juntam às formadas pela primeira turma (em maio), cuja colocação no mercado de trabalho foi de 50%.
Marcaram presença junto as executoras do projeto, a Federação das Instituições Beneficentes e do Abrigo Maria Imaculada; a Petrobras, representada por Janice Dias, gerente de Comunicação e Responsabilidade Social; a Eletrobrás, com a presença de Tereza Cristina de Rozendo Pinto, Gerente de Projetos Sociais; o Serviço Social da Construção Civil (SECONCI), representado por Ana Claudia Gomes; a Federação de Organizações das Cooperativas Brasileiras do Estado do Rio de Janeiro (OCB/RJ) e Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (SESCOOP/RJ), com o técnico Luiz Roberto Silva; e o Presidente da COFIX, uma das empresas empregadoras, Sr. João Fernandes. O ensino profissional é ministrado por professores e técnicos do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), que certifica as alunas.

 


1ª Edição: Formatura – 05 de maio de 2008

A primeira edição do projeto, com três turmas (encanadora, pintora e pedreira) concluiu a formação e recebeu o certificado no dia 05 de Maio de 2008, em evento realizado pela FIB – Federação de Instituições Beneficentes e Abrigo Maria Imaculada (entidades executoras do projeto).

A cerimônia foi no Senai Tijuca, com a presença do Vice-governador e Secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, e de ilustres convidados: Flavio Santiago, Assessor do Ministério do Trabalho e Emprego; Tereza Cristina de Rozendo Pinto, Chefe do Departamento de Responsabilidade Social da ELETROBRÁS; Evalda Maciel, do Departamento de Responsabilidade Social da PETROBRAS; Sergio Paiva, Superintendente do SECONCI e diretor do SINDUSCON no Rio de Janeiro; Bernardo Schlaepser, Gerente Executivo do Centro de Referência da Construção Civil, no SENAI; a atriz e cantora Zezé Motta, Madrinha da 1ª Turma e a jornalista Leila Souza Lima, madrinha da 2ª Turma.


O Vice-Governador e também Secretário de Obras do Estado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando PEZÃO, junto com Deise Gravina, Engenheira Civil, idealizadora e executora do Projeto, entregaram o diploma para a aluna Vanderléia Constantino, que hoje já empregada nas obras do PAC, pelo Consórcio Manguinhos.

           


Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher - Dia 23 de novembro de 2007

  Alunas do Projeto Mão na Massa participam da cerimônia de Assinatura do "Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra a Mulher", no Palácio Guanabara, com a presença do Governador Sergio Cabral, Primeira Dama Adriana Ancelmo, Ministros Gilberto Gil,  José Gomes Temporão e Nilcéia Freire, Secretária Estadual Benedita da Silva, entre outras autoridades presentes, que juntas se comprometeram com políticas públicas efetivas para eliminar a violência contra as mulheres.


Aula Inaugural do Projeto Mão na Massa

No dia 08 de novembro de 2007 foi realizada a aula inaugural, no Auditório da FIRJAN/SENAI, na Tijuca.

Esteve presente a Madrinha da turma, a atriz e cantora Zezé Motta, a Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos do Governo do Estado, Benedita da Silva; a Juíza da 1ª Vara da Infância, Adolescente e Idoso – Ivone Ferreira Caetano; Flavio Santiago, membro do Movimento Negro e Assessor do Ministério do Trabalho e Emprego; Marilene Silva Correa, membro da Comissão de Diversidade da Petrobras e da Ouvidoria da Empresa e Regina Malta, do Departamento de Educação da FIRJAN. A anfitriã do evento foi Deise Gravina, Presidente de FIB – Federação de Instituição Beneficente, que é Engenheira Civil e idealizadora do Projeto Mão na Massa